fbpx

O mundo moderno nos ensina há décadas: Deputado Milton Hobus sobre as regiões metropolitanas

O Deputado Estadual Milton Hobus, disse em depoimento gravado para o Foro Metropolitano que no que depender de sua atuação na Assembléia Legislativa as regiões metropolitanas, inclusive a da Foz do Rio Itajaí Açu deverá ser operacionalizada. “O mundo nos ensina décadas” disse o deputado em referência as cidades e regiões mais desenvolvidas do mundo.

Uma região metropolitana traria vantagens. A primeira seria a possibilidade de acessar programas de investimentos federais diferenciados – sobretudo nas áreas de infraestrutura e mobilidade urbana -, voltados especificamente para esse tipo de formação; a segunda seria a oportunidade de planejar e executar o desenvolvimento de toda a região de forma integrada, o que tem dado certo em vários lugares do país.

Essa integração pode se traduzir em benefícios práticos para a população. O transporte coletivo dentro da região para quem precisa se deslocar entre as cidades para trabalhar ou estudar pode ser readequado para reduzir custos e tarifas, por exemplo. Na questão da telefonia, a tarifa da ligação entre as cidades integradas pode deixar de ser interurbana e passar a ser local, mais barata. No entanto, o maior ganho pode ser em questões que afligem a maioria dos municípios. Em relação ao meio ambiente, as cidades da região poderiam trabalhar em conjunto para resolver a questão da destinação do lixo, uma questão que poucos municípios resolveram porque é complexa. Esse trabalho conjunto poderia se estender ainda para a área da saúde pública, já que é comum habitantes de um município utilizar os serviços de outro.

 

As funções públicas precisam de resoluções coletivas diz Cássio Taniguchi

Na noite de hoje na Câmara de Vereadores de Itajaí palestrou o Engenheiro Cássio Taniguchi, que falou sobre as regiões metropolitanas. Cássio disse que no estado de Santa Catarina há várias regiões metropolitanas que já estão criadas e destacou que a região de Itajaí é a mais possível de se efetivar.

No decorrer da palestra, que contou com a presença de pouco mais de cem convidados, Cássio destacou as possibilidades de transporte metropolitano que poderiam servir as cidades de #Penha, #Navegantes, #Itajaí, #BalneárioCamboriú e #Camboriú.

Cássio também palestrou sobre as possibilidades de acesso a recursos públicos e que as regiões seriam uma forma de gestão compartilhada e eficiente das cidades. “Região metropolitana significa que as funções públicas precisam ser resolvidas coletivamente” destacou.

Agradecemos a todos da comunidade que prestigiaram o evento. Com o apoio de toda a comunidade poderemos avançar nesse tópico. O Foro Metropolitano foi criado para dar suporte a implementação da região metropolitana, contamos com a participação popular e de medidas propositivas para nossa região. Participe, você é nosso convidado.

Segurança metropolitana foi o foco da reunião com os comandos da PM e dos Bombeiros

Na noite de hoje, pela primeira vez foi possível reunião dos comandos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros da região. Próxima reunião temática será com a Polícia Civil, após com as corporações municipais, um compilado com as conclusões será direcionado ao Governador do Estado e as autoridades federais.

Na noite do dia 07/04/2017, realizou-se reunião temática do Grupo de Trabalho de segurança pública do Foro Metropolitano da Foz do Rio Itajaí Açu, os comandos da Polícia Militar e dos Bombeiros estiveram presentes, junto com o comandante da terceira região de Polícia Militar Coronel Koglin. A reunião tinha como objetivo apresentar as corporações a associação Foro de Itajaí e ouvir dos comandos as estratégias de segurança pública para a região da Foz do Rio Itajaí Açu.

A missão do foro regional é de dar representatividade a todas as cidades da região da Foz do Rio Itajaí Açu, desde as maiores até as menores levando aos gestores públicos as demandas da comunidade.

Segurança regional: segundo o comandante da terceira região de Polícia Militar, Cel. Koglin a regionalização das atividades de segurança pública é o caminho que deverá ser seguido é a tendência natural desses trabalhos. “O foco sobre as grandes cidades com o deslocamento dos efetivos culmina no direcionamento da criminalidade para as cidades menores, temos estudos que indicam isso, essas cidades menores, por talvez não terem grande representatividade devem ter uma atenção especial da sociedade para que seja possível que participem elas do recebimento de recursos públicos para a região e, isso com a reunião da sociedade civil é possível” destacou o Coronel.

Acesso a recursos regionais: o Coordenador do Grupo de Trabalho de segurança pública Valdir de Andrade se posicionou no sentido de que é necessária a formação de umconsórcio regional de segurança pública para que seja possível, com a participação de todos os municípios, atingir as metas quantitativas para acesso aos recursos federais de segurança pública:  O PRONASCI, programa de segurança pública do Governo Federal exige que certas quantidades de população, PIB e outros indicadores sejam atingidos, podendo assim as cidades se habilitarem a receber os recursos federais para a aquisição de viaturas, equipamentos entre outros materiais necessários para o trabalho da Polícia e dos Bombeiros, somente com a união das cidades é que isso será acessado, há trabalhos localizados para isso, mas com a criação desse foro é possível auxiliar os poderes públicos nesse caminho. É importante essa gestão participativa. 

Corpo de Bombeiros, preocupações: Ficou evidenciado que a situação dos Corpos de Bombeiros da região é preocupante, a falta de efetivo e de equipamentos para o atendimento das demandas da comunidade é infelizmente a realidade desses profissionais, há falta de recursos e ao médio prazo melhor situação parece não existir. A situação narrada causou perplexidade.

Novas rodadas do Grupo de Segurança: novas reuniões ocorrerão, a próxima será com os delegados de polícia civil e após com as corporações municipais de segurança. A Diretoria Executiva ficou satisfeita e agradecida com a presença dos militares na reunião, sob coordenação do Foro serão elaborados os estudos de caso de cada área e as conclusões serão encaminhadas ao Governador do Estado a União.

Foro reunirá os comandos das forças de segurança da região

Na próxima terça-feira 11/04, as 19h o Foro da Região Metropolitana da Foz do Rio Itajaí Açu, reunirá os comandantes dos batalhões de Polícia Militar e dos Bombeiros militares da região, junto com o comandante da 3 Região de Polícia Militar, na sala das comissões da associação. Segundo presidente do Foro Metropolitano, Luiz Fernando Brito o objetivo do encontro é o estreitamento das relações com as corporações de segurança pública, ouví-los em suas necessidades e a o início da discussão de um projeto de segurança regional para as cidades de Penha, Navegantes, Itajaí, Balneário Camboriú e Camboriú. Da reunião serão extraídas as idéias e posteriormente serão elas encaminhadas ao Governador do Estado.

“Devemos buscar sempre o estreitamento das relações da comunidade organizada junto aos órgãos de segurança, para que seja possível a eles cada vez mais oferecer um serviço de qualidade e eficiente a população. A segurança é um tema sensível e deve ser um dos objetivos que o foro deve perseguir” disse o presidente.

 

Vereador Thiago Morastoni recebe diretoria do foro

O vereador Thiago Morastoni, de Itajaí, recebeu no dia de hoje a Diretoria Executiva do Foro de Itajaí. Representaram Rafael Mayer, 1 Vice Presidente e Rafael Ramos, Secretário Geral. O vereador ouviu os propósitos e a missão que o Foro Metropolitano da Foz do Rio Itajaí Açu está desenvolvendo na região, especificamente a formulação de propostas regionais para as mais diversas áreas em benefício da comunidade.

O vereador demostrou entusiamo com o projeto e manifestou o desejo de engajar-se nos projetos metropolitanos. “somente com com a integração de todas as cidades próximas é que poderemos melhor nossa qualidade de vida, segurança, ambiente, transporte público precisam de pensamento regional. Fico entusiasmado que a sociedade está se engajando nesse projeto que sempre defendi” disse o vereador na oportunidade.

O Foro Metropolitano foi fundado com o objetivo de juntar a sociedade civil organizada das cidades de Penha, Navegantes, Itajaí, Balneário Camboriú e Camboriú para que seja efetivada a criação da região metropolitana, para que com isso seja possível o desenvolvimento de projetos regionais voltados a melhoria da qualidade de vida de toda a população da Foz do Rio Itajaí Açu, o foro é aberto a todos da comunidade que tenham a vontade de auxiliar no pensamento da comunidade regional.

Palestra com governador sobre enchentes em Santa Catarina

No dia 14/03 Itajaí recebeu visita do Governador do Estado, Raimundo Colombo, e o secretário de Estado da Defesa Civil, Rodrigo Moratelli, que falaram sobre ações feitas pelo Governo do Estado para minimizar o impacto das cheias no Vale do Itajaí. O evento foi realizado no Plenário Vereador Arno Cugnier, na câmara de vereadores de Itajaí. A Diretoria Executiva do Foro esteve representada e conversou com o Governador onde lhe solicitou audiência em Florianópolis para falar sobre as demandas metropolitanas.