Polêmica na água entre Itajaí e Navegantes expõe a fragilidade do pensamento regional

O Foro concita os atores que cessem as acusações deflagradas e adotem uma postura pró ativa para fornecer um serviço público de qualidade, que é devidamente remunerado e direito básico de todos nós – o acesso ao saneamento básico.

O ano mal começou e a comunidade regional já é exposta a uma nova polêmica, o troca-troca de acusações entre o SEMASA (Itajaí) e a SESAN (Navegantes). Dum lado a cidade vizinha diz que o SEMASA diminuiu o fornecimento de água para a cidade, de outro lado o SEMASA acusa a SESAN de omitir dados técnicos que dão conta sobre a normalidade do processo.

A postura é lamentável de ambas as partes e em nada enobrece a comunidade regional. Ao passo que as empresas públicas de saneamento discutem sobre questões menores, sofrem os habitantes de Itajaí e Navegantes que como expectadores desse processo observam agredidos a falta de comunicação entre duas cidades, cidades que são separadas apenas por um rio. Na era da comunicação ágil, nem sequer um telefonema se deram as empresas.

O Foro concita os atores que cessem as acusações deflagradas e adotem uma postura pró ativa para fornecer um serviço público de qualidade, que é devidamente remunerado e direito básico de todos nós – o acesso ao saneamento básico.

A administração do Foro fica a disposição das empresas, para se for necessário intermediar o contato e, abre o espaço para maiores esclarecimentos.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: