fbpx

Transporte público entre Itajaí e Balneário Camboriú é viável para as cidades

Na reunião extraordinária do Conselho de Representantes do Foro de Itajaí realizada no dia de hoje foram ouvidos os Presidentes da Comissão Especial de Transporte Público de Itajaí e o Diretor do Fundo Municipal de Trânsito de Balneário Camboriú, o tema abordado: integração de transporte público entre as cidades.

Ambas as cidades afirmaram na reunião de que a intenção de integração do transporte coletivo urbano é viável e acima de viável há a intenção de isso se fazer. Segundo o Presidente da Comissão de Itajaí algumas alternativas podem ser consideradas: o uso de um novo terminal de integração ou então o uso do terminal do bairro Fazenda para uso dos passageiros. Seria possível com uma tarifa de R$ 4,00 a locomoção do Bairro Santa Regina até o Bairro Estaleiro em Balneário Camboriú nesse sistema. Balneário Camboriú afirmou que deseja avançar nas tratativas para a efetivação do sistema, uma vez que a situação do concessionário é precária. Uma nova reunião com as cidades ficou marcada para os próximos 45 dias, com a edição de um plano de ação participativo com a comunidade.

Problemas: foram apontadas dificuldades para a integração, uma seria o local da integração, outra o sistema de bilhetagem e por fim o DETER. Como solução para o local da integração em Itajaí haveria o terminal do bairro Fazenda. O presidente do Foro destacou que a legislação federal, por meio do Estatuto das metrópoles afastaria a competência do DETER sobre esse tipo de transporte.

Defesa Civil de Piçarras: o conselho também se dedicou a analisar a questão da defesa civil de Piçarras. Após análise das questões que foram postas, o conselho se manifestou por pospor eventual Ação Civil Pública contra o município e oficiar ao prefeito para novamente oportunizar a efetivação da Defesa Civil.

Conselho se reúne hoje para tratar de Transporte Público e Defesa Civil

O Conselho de Representantes do Foro de Itajaí irá se reunir na noite de hoje, as 19h 15min na sala de reuniões G3 do Centro Empresarial Embraed, para tratar de dois assuntos importantes para a região. O primeiro será quais as medidas necessárias para a integração do transporte público entre as cidades de Itajaí e Balneário Camboriú, para isso estarão presentes o Presidente da Comissão de Transporte Público de Itajaí e o Diretor do FUNTRAN de Balneário Camboriú. O Conselho deseja compreender quais as razões que trancam o avanço do projeto de integração de transporte nessas duas cidades. Por outro lado, o Conselho deverá apreciar e votar o relatório sobre a Ação Civil Pública contra o Município de Piçarras, elaborada pelo Observatório Regional. Segundo o relatório a cidade de Piçarras não possui defesa civil o que prejudica a população da cidade que não tem acesso a mínima rede de proteção contra eventos naturais.

O Conselho de representantes: ao Conselho de Representantes é confiada a missão de ser a representação social no conceito institucional do Foro Metropolitano. O conselho é composto de forma proporcional ao número de habitantes de cada cidade que compõe o núcleo metropolitano, são escolhidos por meio de indicação da diretoria executiva ou por eleição entre os próprios conselheiros. Suas atribuições estão descritas no estatuto social da associação e, representam eles o elo mais físico do Foro com a comunidade.