fbpx

Para quem a EMASA de B. Camboriú trabalha?

Em 2020 ainda é possível o gestor público lançar sobre a comunidade falseios e desinformação? Com amplo acesso a informação, a estratégia parece das mais erradas. Não saber detalhes sobre o seu trabalho, ou lançar cortinas de fumaça sobre o povo é literalmente um acinte.

Caro leitor, esse é um artigo de opinião da executiva do Foro. Quem acompanha a atividade dessa organização social, sabe a luta empedernida que nos une na sensibilização do gestor público e da comunidade, em trazer obras importantes de mobilidade para as cidades. Você certamente já viu por aqui notas sobre a BR 101, as rodovias Estaduais, o Aeroporto, o Porto. Nosso postulado é garantir a melhor infraestrutura para nossas cidades.

Bem, uma das ações inicias que tomamos, a quase três anos foi acionar na Justiça a ANTT, a Auto Pista Litoral Sul e outros personagens, para garantir que pontes e marginais sejam construídas em Itajaí e Balneário Camboriú. O trabalho vem sendo construído, o dialogo é sempre positivo, mas no curso do processo algumas verdades inconvenientes aparecem. Ontem (11/02/2020) uma delas novamente veio a tona: A postura do EMASA em Balneário Camboriú.

“Povo de Balneário Camboriú” vocês não terão as pontes esse ano. A EMASA não quer. Se não bastasse na outra audiência não ter ido (leia aqui) na de ontem disse que não sabia de nada, que não conhecia detalhes dos perrengues envolvendo a CELESC, a Auto Pista, até mesmo sobre o processo que ela mesmo move, disse que não tinha detalhes. O acesso ao processo pode ser obtido aqui

Odorico Paraguaçú, lendário personagem de Dias Gomes, sempre montava aos mais ardis falseios para induzir o “Povo de Sucupira” a sanha de inaugurar seu cemitério, dizia inverdades, que não sabia de nada, jogava com o povo. Douglas Beber, também joga, se não bastasse no ano passado ter – na Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú – dito que não sabia da audiência anterior, agora enviou uma advogada, para dizer que nada sabia.

Para quem trabalha o Sr. Douglas Beber?

O outro lado:

NOTA DE ESCLARECIMENTO EMASA

Sobre as obrigações da EMASA para construção das pontes nas marginais da BR-101 em Balneário Camboriú, a Autarquia esclarece:

  1. Não é verdade a informação de que haverá atraso na construção da Ponte do Rio Camboriú e via Marginal Norte em Balneário Camboriú, por conta da Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMASA), que já licitou a empresa para execução da obra, e sendo iniciada a construção da nova Estação de Recalque de Esgoto 1 (ER1), incluindo a subestação de energia elétrica e casa de comando, com auxílio da Secretaria de Obras;
  2. A atual gestão da EMASA considera de extrema importância a construção das pontes para o Município de Balneário Camboriú, reiterando o seu compromisso neste acordo, cumprindo o prazo estabelecido e informado à Autopista de finalização das obras no mês de março (a Autopista irá iniciar os serviços nas pontes somente após o carnaval). Portanto, tudo está correndo conforme acordado em reuniões com as partes envolvidas: PRF, Autopista, Secretaria de Planejamento representada pelo vice-prefeito, Departamento Municipal de Trânsito e EMASA;
  3. Com relação ao processo na Justiça Federal, a Autarquia esteve representada na audiência, apresentando a documentação e todas as informações solicitadas, mesmo não sendo parte no processo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: