fbpx

Aeroporto de Navegantes. Toda a ajuda é bem-vinda e deve ser aproveitada

Prefeito Liba, de Navegantes e Presidente do Foro, juntamente com seus vice presidentes. Oferecemos uma alternativa.

Na manhã do dia 25/01/2021, o prefeito de Navegantes esteve reunido – com sua equipe, com a Diretoria do Foro Metropolitano. O tema: Aeroporto de Navegantes. O Foro tem acompanhado a miúde todos os desdobramentos do edital de licitação do Aeroporto, que é imposto por Brasília, desconsiderando o que pensa a região.

“Me senti satisfeito em ouvir do Prefeito de Navegantes a expressão de que o Aeroporto é um equipamento da região e que deve ser cuidado, levando em consideração o município e as demais cidades, mostra que o pensamento mudou.” Comentou o Presidente do Foro. O poder público insiste que o leilão do aeroporto deve prever a construção de uma nova Pista, para atender dignamente a região. Como já informamos Brasília não concorda.

(mais…)

Plataforma “Deputados Preocupados” permite população acompanhar recursos públicos

Observatório Regional compilará dados das emendas impositivas da ALESC para os deputados votados na região.

Quem é o deputado que mais aprovou e enviou recursos públicos para nossa região? O Observatório Regional do Foro Metropolitano da Foz do Rio Itajaí Açu, apresentará regularmente os números relacionados a emendas parlamentares dos Deputados Estaduais em Santa Catarina, de acordo com os dados fornecidos pela própria ALESC . Clique aqui.

(mais…)

Crise hídrica escancara o futuro: Zero de água!

Diz o prefeito que tudo isso só pode ser “macumbaria

Não é obra de feitiçaria, é falta de gestão. A Cooperação entre as cidades da região deve ser a regra. Ações conjuntas e efetivas entre os municípios da nossa região é a causa defendida pelo Foro Metropolitano, que desde sua criação atua de forma a promover essa integração. Vai faltar água meu caro leitor, cada vez mais! Coleções neste ano: Foi Camboriú, agora Itajaí e logo mais a frente BC.

(mais…)

Governador moribundo inaugura duplicação da rodovia Antônio Heil em Itajaí

Como não havia ninguém para lhe ouvir – pois a obra não ouviu a comunidade e se tornou um muro de Berlin – o governador fez uma sessão paranormal e discursou para aqueles que não vemos.

O governador (com G minúsculo) esteve ontem 19/10/2020 em Itajaí. Ninguém sabia, pois não se divulgou uma vez que a vergonha seria grande. Em um discurso paranormal o governador disse “Hoje conseguimos encerrar o que os outros governos começaram e não conseguiram. A infraestrutura é o carro-chefe do governo do estado e agora vamos nos dedicar a encontrar soluções para melhorar ainda mais essa região” O que foi encerrado governador? E o Trevo da BR 101? Chega de esmolas para nossa região!

(mais…)

O horroroso espetáculo da #aguasuja em Itajaí.

Toda a água do mundo acontece isso! Diretores do SEMASA já terão emprego garantido em Las Vegas. Poderão ser ilusionistas? Mágicos? Pois, fizeram com que, em tempos de pandemia, fosse-lhe entregue – amigo navegante – um show de mágica em sua casa. Você liga o chuveiro e a luz desaparece!

Com o fatídico rompimento da barragem do bairro São Roque, na última quarta-feira, e devido ao alto índice de salinidade, o SEMASA interrompeu o abastecimento de água no município de Itajaí. E não foi por falta de previsão ou aviso que essa tragédia ocorreu. Há tempos a Jestão é cobrada pelas ações tomadas em relação ao SEMASA.

Como sabido o Foro Metropolitano moveu ação civil pública visando a melhoria da qualidade do serviço, bem como que o ressarcimento à coletividade, sendo, na época, dito pelo então diretor da autarquia de que em “toda água do mundo acontece isso”.

(mais…)

Privatização do aeroporto de Navegantes precisa ser melhor discutida

Ao menos respeite o plano aprovado pela sociedade ministro

O anúncio do modelo de privatização do aeroporto de Navegantes foi mal recebido pelas lideranças da região. Temor que o modelo possa travar investimentos na expansão do equipamento de infraestrutura é o que mais pesa contra a medida anunciada. Dados do edital dão conta que o principal retrocesso está na desobrigação de construir uma nova pista, que ampliaria a capacidade de Navegantes para receber aeronaves. O edital prevê que, em três décadas de concessão, a empresa que vencer o leilão aumente a pista em apenas poucos metros.

(mais…)