Resultados da pesquisa de percepção regional

O Foro Metropolitano da Foz do Rio Itajaí Açu está divulgado os resultados da pesquisa realizada no final do ano passado com a população da região metropolitana da Foz do Rio Itajaí Açu. A pesquisa usou a escala de Likert, foi voluntária e aplicada por meio de preenchimento de questionário on line e por meio de entrevista pessoal. Foram aplicados 384 questionários, o que representa um grau de confiança de 95% com uma margem de erro de 5%. Os entrevistados deveriam responder: discordo totalmente; discordo parcialmente; indiferente; concordo parcialmente e concordo totalmente de acordo com as afirmações que lhe eram apresentadas.

Destaques:

Quase a unanimidade de pessoas entrevistadas, 91% apoiam a sociedade civil organizada e o Foro Metropolitano em sua missão. Um altíssimo grau de confiança da comunidade em se unir e, por ela mesmo fazer a diferença em suas cidades. 

Outros destaques positivos da pesquisa foram os índices de confiança da comunidade em órgãos como Polícia Militar, com 60,67% de confiança da população e o Corpo de Bombeiros, com 84% de confiança dos entrevistados. Outro ponto bastante bem avaliado foi de que a comunidade sente que se a região se unir em uma região metropolitana os serviços públicos tendem a melhorar, pois 83,33% dos entrevistados disseram que concordam com essa avaliação.  A pesquisa apontou numericamente algo que é notório no cotidiano. A necessidade do investimento no transporte público regionalizado e de massa. 68% disseram que não tem acesso a um transporte público eficiente na sua cidade. Na região também o índice de pessoas sem acesso a transporte público eficiente é alta. A diferença reside que nesse cenário, 94% disseram que a implantação de um serviço de transporte regionalizado de massa é importante para o desenvolvimento regional. Outro fato interessante que foi constatado é que um grande índice de pessoas está disposta a abandonar o uso do transporte individual por um serviço de transporte público eficiente, 56% disseram que fariam a opção, enquanto 27.33% não fariam essa opção.

Má avaliação:

Os serviços públicos oferecidos na região foram mal avaliados, com especial destaque para a saúde pública. Destaque para o elevado grau de desconfiança da população no Poder Judiciário, onde apenas 10% dos entrevistados disseram confiar totalmente na Justiça. 

Percepção Política:

Não destoando do cenário nacional, a avaliação da classe política foi muito negativa, especialmente a avaliação dos deputados estaduais, quando se considera a questão regional, 73% dos entrevistados não concordam com a afirmação de que se sentem representados na região (deputados estaduais). 75% das pessoas apontaram que não concordam com a representação política em sua cidade. (prefeitos e vereadores) 

O relatório completo da pesquisa pode ser acessado aqui.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: