O que mudaria em nossas vidas com um gestão regional?

Dando continuidade a apresentação sobre a criação das regiões metropolitanas em Santa Catarina, o deputado estadual Jean kuhlmann explicou houve uma alteração na lei complementar do ano de 2010 que criava várias regiões metropolitanas em Santa Catarina. Após diversos estudos e discussões do Estado de Santa Catarina resolveu por diminuir a quantidade de regiões metropolitanas para quatro, atendendo Então o que está disposto em lei federal, ou seja o estatuto da metrópole.

Com base nessa reformulação, seria então criado uma estrutura denominada a Superintendência Metropolitana, que ficaria responsável pelos projetos e execuções de políticas públicas regionais envolvendo todos os municípios do núcleo Metropolitano, questões como o transporte público integrado, saúde, água, saneamento e segurança poderiam ser discutidas por esse novo organismo governamental que ficaria responsável pela execução das políticas regionais.

Outra situação que iria ocorrer , é em relação aos municípios menores. Esses municípios poderiam ter acesso a financiamentos e recursos do Governo do Estado e do Governo Federal com maior facilidade, uma vez que seriam agregados aos municípios maiores da região metropolitana.

O que pode mudar nada nossas vidas? A região metropolitana iria causar um grande impacto na vida de cada um de nós  e em nossa cidades. Ao invés de cada cidade pensar por si só, todas as cidades pensariam em conjunto visando a melhoria de toda região, haveria somente uma Instância governamental para tratar dos projetos e políticas públicas de toda a região, Haveria maior simplicidade eficiência e rapidez nos projetos e políticas públicas.

O apoio da sociedade civil organizada de toda população e condição essencial para que essa região metropolitana saia do papel e vire realidade.

Convidamos a todos a participar desse movimento. Junte-se a nós!

Deixe uma resposta